Menu

6 de mar de 2017

RESENHA: A Elegância do Ouriço

~

Às vezes os livros chegam até nós de um jeito não tão legal, mas nada mais maravilhoso do que se surpreender conforme a leitura vai seguindo, né? Pois foi exatamente assim que aconteceu comigo e com a obra da escritora francesa, Muriel Barbery, A Elegância do Ouriço. A leitura era obrigatória como parte das atividades do semestre da faculdade, e de repente quando me dei conta, já estava imersa na história da concierge Renne e de Paloma, uma garotinha de 11 anos que já tem exatamente tudo  pronto e planejado para a sua morte, quer dizer,  para o seu suicídio. 


Tudo acontece em um prédio luxuoso da Cidade Luz, oui oui. Renne é zeladora, mas isso não a impede de ser alguém brilhante. Mesmo com todas as suas “limitações sociais”, a funcionária é apaixonada por livros, de uma cultura incrível, capaz de discutir sobre os assuntos mais subjetivos e rebuscados possíveis. Mas a questão é que ninguém a enxerga como tal, isto é, ela continua sendo apenas a funcionária invisível aos olhos das famílias ricas e esnobes do local. 




Já Paloma, que é filha de um casal rico – o pai é político e a mãe é dondoca de profissão hahaha – sempre foi muito inteligente e acha que por isso não merece viver naquela situação, então ela decide que está na hora de se matar.  Aí, o destino dá uma forcinha e eis que elas se encontram e descobrem o quanto são parecidas.

Ao longo do caminho vamos revezando entre os pensamentos da concierge e da menina, o que só nos faz perceber cada vez mais a semelhança entre ambas. Paloma coloca suas ideias em cheque quando se encontra com Renne, passando a pensar sobre a real necessidade de que sua vida chegue ao fim.




A Elegância do Ouriço abre espaço para um romance diferente. Renne se apaixona por um senhor de condição e classe social distinta, mas que compartilha o mesmo amor pela cultura e pela literatura. Kakuro Ozu é um japonês recém-chegado ao prédio e é dele a responsabilidade de fazer as moças serem notadas em seus determinados espaços de invisibilidade. Mas, ó, esse livro é sobre mulheres fortes (com forças especiais), afinal as duas juntas conseguiram se ajudar e se transformaram em mulheres muito mais fortes.

Este é um livro de filosofia, que trata sobre a importância da união e reflete a respeito do ser humano em sua essência. Se você está procurando por uma história que te faça pensar um pouco mais e te deixe lições importantes, então, meu caro, este é – com toda a certeza do mundo – a certa para você. E se prepare para não conseguir parar de ler. Agora, só quero agradecer a prof. por esse presente!








Nenhum comentário :

Postar um comentário

© Não retire os créditos - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Vanessa Neves e Jaque Design | Tecnologia do Blogger .