Menu

6 de jul de 2015

RESENHA: Bela Distração






“Tentei não sorrir como uma idiota, mas não consegui. Ele vinha provocando esse efeito em mim ultimamente.” Pág. 135


Você já se arrependeu de não ter feito algo já há bastante tempo? Por que foi exatamente assim que eu me senti ao chegar à página 303 de Bela Distração, o primeiro volume da série Irmãos Madoxx, da Jamie McGuire, sim, exatamente a autora maravilhosa de Belo Desastre. O livro já estava em minha estante – e minha lista de leitura – há bastante tempo, mas, confesso, nunca tinha me interessado tanto por ele assim, até que numa noite de puro tédio, um domingo super frio, após a depressão de ter assistido a season finale da minha série favorita (volta logo, Finding Carter!), eu finalmente resolvi me render aos encantos de Trami – dei esse apelidinho carinhoso a eles.
O livro conta a história de Trenton Madoxx, um dos irmãos mais velhos de Travis, e Cami, uma bartender –universitária bem bonita e comprometida com T.J, um cara bastante ocupado, que mora e trabalha na Califórnia e mal tem tempo para ela. No início Cami (que narra a história toda) é difícil, e não quer ter nenhum tipo de relação com Trenton, afinal ela sabe exatamente qual é a fama dos irmãos Madoxx e não quer se envolver no meio de toda essa confusão que eles são, mas com o passar do tempo, ela desenvolve um certo grau de amizade com Trent, e as coisas começam a ficar esquisitas entre eles.


Kevin amor <3






 “Ele provoca o pior efeito em mim. Como se tudo o que eu era – e não era – fosse atraente.” Pág. 78-79

Cami tem uma família bastante complicada, ela é a mais velha de uma família complicada, com quatro irmãos e um primo, mais um pai completamente insano que desde a infância dela bebia exageradamente e acabava descontando tudo na esposa. Cami e sua melhor amiga, Reagan, com quem também dividia o apartamento, trabalham no Red, um dos bares mais movimentados da cidade, enquanto Cami estava na faculdade, já há alguns anos. Mas foi quando seu irmão mais novo, Coby, se tornou, outra vez, um viciado em anabolizantes, que ela precisou arranjar outro emprego. Para conseguir ajudar o irmão ela foi trabalhar na Skin Deep, o estúdio de tatuagem em que Trent trabalha, aí você já sabe o que deu, né? Eles ficaram cada vez mais próximos, e ela começou a questionar seus sentimentos pelo namorado mais ausente que tudo. Mas as coisas ficaram bem piores quando ele a beijou. Tudo se transformou naquela confusão que a gente ama dos Madoxx.
Trent, assim como Travis, também tinha um apelidinho carinhoso para a amada: “baby doll”, que ela resolveu tatuar em seus dedos pouco tempo depois de começar o trabalho no Skin Deep. As coisas entre eles foram esquentando e ela se viu obrigada a dar um ponto final na relação ultra secreta com T.J. No entanto, é claro, as coisas não ficaram incríveis para o casal Trami da noite para o dia não, eles ainda tiveram uns probleminhas para só depois perceber que se amavam e aí tudo se encaixar.


“–  Eu sou o cara, Cami. Sou o cara pra você. Eu sei porque você é a mulher pra mim.” Pág. 188







A coisa mais legal do livro, além de todo aquele drama incrível que faz a gente não querer desgrudar mais, é que ao mesmo tempo que conta a história de Trent e Cami, também descobrimos outros detalhes sobre a relação de Travis e Abby. O casal aparece em momentos esporádicos, mas bastantes pra fazer a gente suspirar mais ainda. Por exemplo, você sabia que o Travis contou primeiro para a Cami que estava gostando da Beija-Flor? Quer dizer, ele nem sabia o que estava sentindo até ela “avisa-lo” que ele estava apaixonado. E o dia em que eles foram ao bar e dançaram feito loucos? Ou quando Travis agarrou a Abby e a colocou em suas costas levando- a embora? Sem contar ainda sobre o incêndio no Keaton Hall, o desespero de Cami até encontrar Trent é, de longe, a parte mais desesperadora do livro.





“ – Você não faz merda de sentido nenhum. Mas eu gosto disso.” Pág. 79

Além disso tudo, a história ainda é recheada com um mistério bem non-sense, mas incrível, que envolve o T.J. Sem spoilers, mas até agora não consegui digerir isso. E temos as participações de Olive, Hazel, Kody, Brazil até do Shepley e da America, e tenho que dizer que fico encantada com essas inserções de personagens de outras histórias em um contexto diferente.
Mas claro, vou admitir que em alguns pontos a história fica chatinha, não por que McGuire não saiba conduzir um romance, ela sabe muito bem e nós também, o problema é que parece tudo muito igual de vez em quando, sabe? Parece que os livros têm um roteiro único: o casal se conhece de alguma forma – e a mocinha tem uma melhor amiga que vive em pé de guerra com o namorado - , eles se apaixonam, um monte de coisa dá errada, o cara é lindo, mas tem um gênio difícil e blá blá blá. A questão é que, o livro te envolve de uma maneira esquisita, você fica concentrado e não consegue parar (aquela coisa de só mais um capítulo definitivamente não serve para Bela Distração), a leitura é leve e fácil, te prende rapidinho e é claro, ainda tem aquela coisa das expectativas, que contam muito.

O Trent é tão fofo que nunca esqueceu o aniversário da Cami.



–  Tenho uma vida inteira de erros. Você é a única coisa certa.” Pág. 301

Agora que já superei o fim da série, a depressão fica por conta do livro. Ah, o segundo volume já foi lançado há alguns meses lá nos EUA, mas ainda não chegou ao Brasil, se chama Bela Redenção e vai contar a história de Thomas, o mais velho dos irmãos. O próximo livro, que tem previsão de lançamento para o verão americano, ou seja por agora, será a vez de Taylor, e tem o suposto título de Belo Sacrifício. Já o último, que deve chegar as livrarias até o final do ano, será a vez de Tyler, mas não tem nome nenhum até o momento.

“Eu te amo desde que a gente era criança. Na primeira vez que te vi no parquinho, eu entendi o que era beleza. A primeira vez que você me ignorou foi a primeira vez que alguém partiu meu coração. Achei que eu estava fazendo as coisas certas, desde o instante em que sentei na sua mesa no Red. Ninguém nunca desejou uma pessoa como eu desejo você. Durante anos eu...”. Pág. 267

Jamie McGuire, obrigada, miga!

Gabriela Santos







2 comentários :

  1. Meu deus, os irmãos Maddox são perfeitos😍 !as ainda estou tentando superar esse final de bela distração, o que é que foi isso? Assim meu coração não agüenta. Tia Jamie brincou com meus sentimentos e me fez de trouxa o livro inteiro, em nenhum momento eu percebi. Mas mesmo assim amei!💙😍

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela sempre faz isso, e nós sempre queremos mais! HAHAHA -Gabi

      Excluir

© Não retire os créditos - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Vanessa Neves e Jaque Design | Tecnologia do Blogger .